Se eu fizer a diferença na vida de uma pessoa, já tenho meu objetivo alcançado.

No nosso dia-a-dia é comum ouvirmos frases em que aparecem comparações entre o homem e o animal.

Se bem observarmos, veremos que geralmente ocorrem essas comparações para se definir uma situação difícil, como por exemplo: “Aqui me tratam como a um cachorro!” ou “Hoje trabalhei feito um cavalo!”.

São frases que bem retratam a educação de uma sociedade, e o que é pior, da nossa sociedade. Atentando para o verdadeiro teor dessas frases, podemos perceber quão pouco são respeitados nossos animais.

Você já notou o crescente número de cães velhos e doentes que perambulam pelas ruas da sua cidade? Saiba que já tiveram donos e a maior parte deles foi abandonada (excetuando-se aqueles que infelizmente perderam-se ao se distanciarem demais de suas casas).

Outros animais, a exemplo dos gatos, são covardemente perseguidos até a morte. Covardemente, sim, pois são seres naturalmente úteis e indefesos.

“Ninguém chuta gato morto”- Quem já não ouviu este dizer?

Todos ou quase todos os dias vemos burros ou cavalos puxando pesadas carroças. Você sabia que considerável parte desses animais, quando velhos, cansados, às vezes cegos, são sacrificados ou abandonados por seus donos, não recebendo, portanto, o mínimo sentimento de gratidão por tantos anos de serviços prestados?

É comum ouvirmos esta frase: “Aqueles apartamentos parecem gaiolas. Não dá pra agüentar!” – Aqui lembramos daquelas aves que são arrancadas de seu hábitat natural para viverem em minúsculas gaiolas, assim como o pássaro preto, sabiá laranjeira, o papagaio, a arara e etc…

Saiba que o comércio dessas aves é proibido por Lei e você pode e deve denunciar aqueles que praticam esse tipo de comércio.

Há pouco tempo ouvimos alguém dizer: “Esse médico quer nos fazer de cobaias!”- Veio-nos à lembrança a vivissecção. Você sabe o que é vivissecção? Se não souber, pergunte a médicos, estudantes de medicina, biologia, etc. E eles lhe dirão: são experiências feitas em gatos, cães e outros animais vivos, que têm seus corpos abertos para estudos e depois, muitas vezes são mortos e jogados no lixo.”

É necessário que tudo isso tenha fim. A Natureza deve e merece ser preservada, não só pelo respeito que lhe é devivo como também pelas conseqüências terríveis que podem advir do desequilíbrio do relacionamento homem-animal.. .

Você pode ajudar!

A Declaração Universal dos Direitos do Animal, aprovada em 1978 pela UNESCO, seguindo na mesma linha da Declaração Universal dos Direitos do Homem, diz que “todos os animais têm o mesmo direito à vida” e que “todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem”. No Brasil, praticar maus-tratos contra animais (sejam eles silvestres, domésticos ou domesticados) é crime previsto no artigo 32 da Lei Federal nº 9.065, de 12 de fevereiro de 1998.

Declaração Universal dos Direitos dos Animais:

1-Todos os animais têm o mesmo direito à vida.

2-Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.

3-Nenhum animal deve ser maltratado.

4-Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.

5-O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca ser abandonado.

6-Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.

7-Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.

8-A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimes contra os animais.

9-Os Direitos dos animais devem ser defendidos por lei.

10-O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender os animais.

Crime:
Crueldade contra animais ( Art. 32 ) – Lei de Crimes Ambientais nº 9605/98
Pena:
Detenção de 3 meses a 1 ano e multa.
OBS: Este artigo também prevê no seu parágrafo 2º , que “a pena será aumentada de um sexto a um terço, caso ocorra morte do animal.”
Texto:
“Para quem praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.” ou “para quem realizar experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.”

PENSE NISSO!! 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: